Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017

Simulação de viagem a Marte libera confinados depois de oito meses

Antes que Elon Musk, Jeff Bezos e outros entusiastas do espaço possam enviar humanos para Marte com a mesma facilidade de uma entrega da Amazon Prime, precisamos descobrir como as pessoas vão se sair em um planeta estranho. Por sorte, a NASA e a Universidade do Havaí estão em cima disso, financiando várias iterações bem-sucedidas de um experimento chamado “Hawaii Space Exploration Analog and Simulation” (HI-SEAS), em que uma tripulação de “astronautas” vive em condições similares às de Marte em uma cúpula em um vulcão havaiano. No domingo (17), o quinto esforço da Hi-SEAS chegou ao fim, o que significa que uma equipe de seis “astronautas” deixou o conforto de sua bolha para cumprimentar o inferno que é a Terra no momento.

A tripulação entrou na cúpula em 19 de janeiro deste ano. Ao longo de sua estadia pseudomarciana, a equipe se alimentou de comida não-perecível (e alguns vegetais plantados em um laboratório) e viveu em quartos extremamente apertados (111 metros quadrados). Sendo ju…

A despedida da Cassini na visão de quem trabalhou na missão

Na manhã da última sexta-feira (15), a espaçonave Cassini, da NASA, mergulhou na atmosfera de Saturno, com um breve brilho de sua vaporização marcando o fim de uma missão de 13 anos. Mas foram necessárias pessoas para tornar esse pedaço de alumínio e silício em uma extensão de nossa curiosidade.

Nos dias que precederam o adeus da Cassini, conversei com engenheiros e cientistas nas mesas de madeira que permeiam o centro comercial do Laboratório de Propulsão a Jato e nos jardins repletos de sabedoria nas cercanias da Caltech. Pessoas por trás da missão da Cassini, que guiaram a espaçonave desde o conceito até a conclusão. Elas são o coração, o cérebro e a alma coletivos que transformar suas medições em dados. De veteranos de missões de 27 anos de duração a novos contratados nos últimos meses, todos eles compartilhavam reações de orgulho, exaustão e tristeza quando diante do Grand Finale da Cassini.


Jonathan Lunine

“Fico me perguntando se minha musa está desaparecendo”, Jonathan Lunine …

Steven Spielberg afirma que não estamos sozinhos no Universo

Diretor concedeu entrevista ao canal EW a respeito dos 40 anos de Contatos Imediatos do Terceiro Grau afirmando que não pretendia que o filme fosse ficção cientifica

Seguem as celebrações dos quarenta anos do lançamento de Contatos Imediatos do Terceiro Grau, e o canal EW divulgou uma entrevista concedida por seu diretor, Steven Spielberg. Contatos Imediatos foi escrito enquanto ele editava Tubarão, no qual havia experimentado um pesadelo em termos de logística e dificuldades de filmagens. Sua obra lançada em 1977, mostrando o drama de Roy Neary (Richard Dreyfuss) quando é contatado por alienígenas tornou-se um grande clássico do cinema, elogiado por muitos. Um deles foi o saudoso Ray Bradbury, autor entre outros de Crônicas Marcianas e Fahrenheit 451.

Bradbury, em entrevista em 2003, afirmou que Contatos Imediatos é o melhor filme de seu tipo já feito, chegando a compará-lo à Capela Sistina de Michelangelo. O grande mestre da ficção científica disse: "O filme é longo, mas a tra…

Novo mapa de gravidade sugere que Marte tem uma crosta porosa

Um novo mapa da espessura da crosta de Marte mostra menos variação entre regiões mais espessas (a vermelho) e regiões mais finas (a azul), em comparação com mapeamentos anteriores. Esta imagem está centrada em Valle Marineris, com Tharsis Montes perto do terminador a oeste. O mapa está baseado em modelos do campo de gravidade de Marte por cientistas do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA. A equipe descobriu que, globalmente, a crosta de Marte é menos densa, em média, do que se pensava anteriormente, o que poderá significar variações mais pequenas de espessura crustal.
Crédito: NASA/Goddard/UMBC/MIT/E. Mazarico


Os cientistas da NASA encontraram evidências de que a crosta de Marte não é tão densa como se pensava anteriormente, uma pista que poderá ajudar os investigadores a compreender melhor a estrutura e evolução do Planeta Vermelho.

Uma densidade mais baixa significa, provavelmente, que pelo menos parte da crosta de Marte é relativamente porosa. No entanto, nesta altura, a equipa …

Hubble observa planeta escuro como asfalto

O lado diurno do planeta, com o nome WASP-12b, "come" luz em vez de a refletir para o espaço. O exoplaneta, que tem o dobro do tamanho de Júpiter, tem a capacidade única de prender pelo menos 94% da luz estelar visível que cai na sua atmosfera. A temperatura da atmosfera atinge uns escaldantes 2500º C, tão quente quanto uma estrela pequena. O lado noturno é muito mais frio, com temperaturas de apenas 1200º C, o que permite a formação de vapor de água e nuvens.
Crédito: NASA, ESA e G. Bacon (STScI)


O Telescópio Espacial Hubble da NASA observou um planeta para lá do nosso Sistema Solar que parece tão escuro quanto o asfalto fresco porque "come" luz ao invés de a refletir de volta para o espaço. Essa proeza devoradora de luz deve-se à capacidade única do planeta para capturar pelo menos 94% da luz visível que cai na sua atmosfera.

O estranho exoplaneta, de nome WASP-12b, pertence à classe de "Júpiteres quentes", planetas gigantes e gasosos que orbitam muito …

Céu da Semana - 18/09 a 24/09/2017

Todas as semanas, Gustavo Rojas, do Laboratório Aberto de Interatividade (LAbI) da UFSCar, apresenta dicas de como olhar para o céu, quais constelações estão em destaque, fases da lua e os principais fenômenos astronômicos.



FONTE: UNIVESP TV

Vulcano, o planeta procurado por mais de meio século e que Einstein 'expulsou' do céu

A lei da gravitação universal, formulada por Newton em 1687, foi usada para elaborar a hipótese de que Vulcano orbitava próximo a Mercúrio

Por mais de meio século, cálculos de renomados cientistas apontaram para a existência de um planeta na órbita entre Mercúrio e o Sol - que jamais foi localizado.

Apesar de até ter recebido um nome - Vulcano -, o "planeta escondido" permaneceu sendo um dos mais desconcertantes fenômenos do Sistema Solar. Procurado por 56 anos, tornou-se um planeta hipotético, até que o físico alemão Albert Einstein o "expulsou" do céu com sua Teoria da Relatividade.

"É um planeta, ou se preferir, um grupo de planetas menores que circulam na proximidade da órbita de Mercúrio", propôs em 1859 Urbain Joseph Le Verrier, o mais famoso astrônomo do mundo à época e diretor do Observatório de Paris. Ele dizia que só um planeta "seria capaz de produzir a perturbação anômala sentida por Mercúrio".

Le Verrier não foi o primeiro a suspei…

Aceleração da expansão do Universo pode dispensar energia escura

São crescentes as dúvidas sobre a aceleração da expansão do Universo - há dúvidas também sobre a idade do Universo e sobre se o Big Bang realmente ocorreu.[Imagem: JHUAPL/SwRI]

Dúvidas sobre o lado escuro do Universo

Embora seja largamente aceita na comunidade científica, a ideia de que o Universo está se expandindo, e de que essa expansão está se acelerando, tem sido objeto de dúvida por parte de um número crescente de pesquisadores.

A questão fundamental é: O que impulsiona a expansão e a aceleração da expansão do Universo?

O modelo padrão chama essas "causas" de matéria escura e energia escura, mas todas as tentativas de detectar sinais de ambas falharam até agora.

Um trio de físicos da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, acaba de oferecer uma nova abordagem que talvez possa livrar os cientistas da necessidade de explicar esse cada vez mais incômodo "lado escuro" do Universo.

Espaço flutuante

A equipe abordou a questão da expansão do Universo encaran…

A nova corrida espacial - que agora é disputada por empresas

Em 2016, indústria espacial movimentou US$ 329 bilhões (R$ 1,02 trilhões) no mundo - e as empresas já respondem por 75% do total / Foto: Nasa

Desde os seus primórdios, com o lançamento do primeiro satélite Sputnik, em 1957, e o voo de Yuri Gagarin, em 1961, a exploração do espaço foi dominada pela rivalidade entre a União Soviética e os Estados Unidos. Nesta disputa tumultuada, empresas ficaram em segundo plano. Eram governos que custeavam os esforços.

Ainda que o primeiro satélite comercial do mundo, o Early Bird, tenha sido lançado em 1965, até recentemente a exploração comercial do espaço ainda estava praticamente limitada às grandes empresas de telecomunicações. Mas uma revolução está em curso.

Avanços tecnológicos estão transformando a forma tradicional da humanidade operar no espaço, e uma série de empresas estão prometendo viagens mais baratas, usando inovações como foguetes reutilizáveis e plataformas de lançamento horizontais.

Satélites estão ficando menores e custando menos…

Catarinense vence concurso da Nasa ao criar marca que ilustrará missão espacial: 'Realização de um sonho'

Rafael Fontes venceu concurso para marca de missão da Nasa (Foto: Arquivo Pessoal/Rafael Fontes)

Fã de astronomia desde criança, publicitário criou identidade visual de programa que enviará ao espaço uma impressora 3D para reaproveitar materiais.

Apaixonado desde criança pelo mundo dos astronautas, o catarinense Rafael Fontes, de 31 anos, comemora a vitória em um concurso que escolheu a marca para uma missão da Nasa,a agência espacial norte-americana. O publicitário de Barra Velha, no Litoral Norte, criou ao menos 31 projetos até vencer o concurso.

“Participei de três concursos da Nasa até vencer, foram 100 projetos. Para este último, fiz 31 inscrições. Estou muito feliz, é a realização de um sonho”, contou.


Rafael venceu o concurso que escolheu marca de missão da Nasa (Foto: Divulgação)

Reciclagem

Segundo Fontes, os candidatos foram desafiados a criar uma logomarca para uma impressora 3D que será enviada ao espaço.

“Ela poderá reaproveitar materiais, como, por exemplo, uma colher qu…

Porque procurar ETs é bom para a ciência e a sociedade

Buscar vida em outros planetas fomenta a tecnologia e a inovação – e traz à tona o melhor da ciência, mesmo que, no final, não exista ninguém lá fora

Por Bruno Vaiano

Uma espécie comum na fauna das redes sociais é o comentarista que não se conforma com os gastos em ciência que não se revertem diretamente em descobertas classificadas como “úteis”. Por “úteis”, entenda a cura do câncer, a solução para a miséria na África ou algo do tipo. Esse leitor acha que não tem cabimento apontar antenas para o céu em busca de ETs enquanto os hospitais públicos do Rio não têm antibióticos.

Logo de cara, o argumento não é tão ruim assim. Afinal, utilidade prática é um ótimo critério para investir dinheiro público. Pena que ele quase nunca foi adotado. Prova disso é que, de 1940 em diante, os EUA, sozinhos, gastaram pelo menos 5,48 trilhões de dólares em armamento nuclear. Isso foi só 7% do custo total da birra com a União Soviética. Também foi necessário projetar os mísseis e bombas que levariam ess…

Série: Relatos Extraterrestres

Antiga torre de controle do aeroporto de Campinas-Viracopos.

Em 14 de setembro de 1972, um objeto voador não identificado – OVNI foi observado nos céus do estado de São Paulo. Integrantes das tripulações de pelo menos duas aeronaves relataram a observação de um objeto que realizava manobras de aproximação e evasão. A ocorrência teve início às 16:20h, quando a Torre de Controle de Viracopos/Campinas informou a observação de um OVNI a oeste de Campinas. Alertado pelo informe, o Controle de Aproximação de Congonhas solicitou que uma aeronave averiguasse a ocorrência. Posteriormente, um jato da Escola de Cadetes de Pirassununga também foi enviado para investigar o objeto, mas nenhuma informação mais detalhada foi obtida.





Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: http://arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo.html

FONTE: ARQUIVO NACIONAL

Mundo infernal com céu de titânio

Esta ilustração mostra o exoplaneta WASP-19b, em cuja atmosfera os astrônomos detectaram pela primeira vez óxido de titânio. Em quantidades suficientemente elevadas, o óxido de titânio pode impedir o calor de entrar ou escapar duma atmosfera, levando a uma inversão térmica — a temperatura apresenta-se mais elevada na atmosfera superior e mais baixa na inferior, ou seja, o contrário do que acontece numa situação normal.
Crédito: ESO/M. Kornmesser


Os astrônomos usaram o VLT (Very Large Telescope) do ESO para detetar pela primeira vez óxido de titânio na atmosfera de um exoplaneta. Esta descoberta feita em torno do planeta do tipo Júpiter quente chamado WASP-19b fez uso do poder do instrumento FORS2, tendo-nos fornecido informação única sobre a composição química e a estrutura de temperatura e pressão na atmosfera deste mundo quente e invulgar. Os resultados foram publicados na revista Nature.

Uma equipe de astrônomos liderada por Elyar Sedaghati, um bolseiro do ESO recentemente graduado…

As principais revelações da sonda Cassini antes de 'missão suicida' na atmosfera de Saturno

Cassini confirmou existência de oceano em Enceladus, e cientistas acreditam que satélite tem potencial para abrigar vida. Foto: Nasa

Lançada em 1997, a sonda Cassini passou 13 anos explorando o sistema de Saturno.

Mas, nesta sexta-feira, a espaçonave foi desintegrada ao mergulhar, em altíssima velocidade, na atmosfera de Saturno. Segundo a Nasa, a agência espacial americana, o objetivo da destruição foi evitar que ela contaminasse as luas de Titã e Enceladus, que podem abrigar vida.

Assim, a nave se desmaterializou e fez parte do planeta que tem estudado desde 2004.

Confira uma seleção das principais descobertas da sonda:

Gêiseres

Titã, a maior lua de Saturno. Foto: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute

Imagens enviadas de volta das missões dos anos 1980 da sonda Voyager mostraram que Enceladus, a lua de Saturno, de 500 km de diâmetro, tinha uma superfície muito suave e, portanto, relativamente jovem. Poderia ter sido renovada por algum processo desconhecido. Mas foi Cassini que des…

Dica: Pálido Ponto Azul (Carl Sagan)

Análise das conquistas práticas e teóricas das viagens espaciais, abordada do ponto de vista das modificações introduzidas na visão que o homem tem de si mesmo e do seu lugar no espaço.

Por que gastar fortunas com programas espaciais quando há tantos problemas aguardando solução a poucos metros de nossas casas? Para Carl Sagan, um dia o conhecimento do espaço poderá significar nossa sobrevivência como espécie. Pálido ponto azul revela como as descobertas científicas alteraram nossa percepção de quem somos e do lugar que ocupamos no Universo - e nos incita a refletir sobre o uso que iremos dar a esse conhecimento.

"Refinado, empolgante. Uma linguagem sem jargões, impregnada de humor e emoção. A visão otimista de Sagan ilumina todos os capítulos desse livro maravilhosamente ilustrado."
Time Magazine

"Sagan tem a capacidade de capturar a essência de um problema numa frase memorável ou numa citação reveladora. O livro todo é fascinante e de fácil leitura. Talvez a melhor ob…

A surpreendente amostra de DNA encontrada na Antártida que pode indicar vida em lugar impensável

Amostra de DNA encontrada na Antártida pode revelar que há vida em um lugar impensável (Foto: Joel Bensing)

Sob a densa camada de gelo que cobre o continente antártico, plantas e animais vivem em cavernas subterrâneas "aquecidas" por vulcões.

Isso é o que propõe uma equipe internacional de cientistas que investigou um extenso sistema de grutas subterrâneas ao redor do Monte Erebus, o vulcão mais ativo da Antártida, na ilha de Ross.

Amostras de solo recolhidas nas cavernas revelaram traços de DNA de algas, musgos e pequenos animais.

De acordo com Ceridwen Fraser, pesquisadora da Universidade Nacional da Austrália (ANU), em Canberra, coautora do estudo, a maioria das amostras seriam parecidas com plantas e animais que existem em outras partes da Antártida.

No entanto, algumas sequências não puderam ser identificadas, de modo que uma investigação posterior poderiam revelar espécies desconhecidas.

Atmosfera quente

"Dentro das cavernas pode fazer muito calor (até 25° C). Vo…