Pular para o conteúdo principal

Postagens

Escritor inglês teve assustador encontro com um Homem de Preto

Os Homens de Preto, cujas presenças ameaçadoras se fazem notar no meio ufológico há décadas

Ele apresentou ainda o relato de um parente que foi visitado por um MIB logo após presenciar a aparição de um UFO

Neil Arnold é um escritor inglês residente em Kent, autor de vários livros de mistério e fenômenos paranormais. Ele mesmo teve experiências desse tipo, tendo observado um UFO e tido ainda um aterrador encontro com um Homem de Preto. A primeira ocorrência teve lugar no inicio dos anos 90, quando andava a noite com dois amigos. Arnold havia adquirido exemplares da revista The Unexplained, e eles subitamente observaram uma estranha luz amarela no céu. O objeto parou sobre eles e a luz amarela se apagou, permitindo que os três vissem um círculo de luzes no UFO totalmente silencioso.

O objeto então se afastou e desapareceu atrás de uma linha de casas. Neil se recorda de ter visto ainda um conhecido que passeava com seu cão, e também percebeu a presença do UFO. Depois, conversando com um…
Postagens recentes

Cientistas nos EUA realizam sua primeira edição genética de embriões humanos

A China tem estado na frente dos Estados Unidos quando se trata de modificação genética humana – por lá, a ideia parecer ser muito menos carregado moralmente. Mas pela primeira vez, cientistas dos Estados Unidos modificaram geneticamente um embrião humano, de acordo com um novo relatório publicado no MIT Technology Review. De acordo com a publicação, cientistas na Universidade de Saúde e Ciência do Oregon (OHSU, na sigla em inglês) estão utilizando a técnica de edição de gene com CRIPSR para alterar o DNA de um “grande número de embriões unicelulares”.

Na China, cientistas já editaram o DNA de embriões diversas vezes durante os últimos dois anos, em experimentos que incluíam torná-los resistentes ao HIV, e modificar o gene associado a doenças sanguíneas. Na Suécia, um pesquisador chegou até a tentativa de editar embriões humanos saudáveis. E no Reino Unido, cientistas receberam sinal verde para editar genes em embriões, também.

Nos Estados Unidos, no entanto, o que é conhecido como “…

Metade da nossa galáxia pode ter vindo de outras galáxias

Qualquer fã de Carl Sagan sabe que somos feitos de poeira estelar. Os prótons não decaem para quaisquer outras partículas (até onde sabemos), então você pode presumir, com confiança, que maior parte dos pedaços de você mesmo estiveram por aí desde um segundo após o Big Bang. Mas se você pensar um pouco mais localmente, pode se perguntar se a Via Láctea se formou completamente antes que você fosse feito.

Acontece que, se as novas estimativas estiverem corretas, metade dos átomos em nossa galáxia pode ter sido tomada de outras galáxias. A nova análise, de uma equipe de astrofísicos de Estados Unidos e Canadá, mostra que a formação da galáxia (e das coisas em geral) é um processo complexo de troca.

“Em geral, nossos resultados destacam o papel dos ventos galácticos como contribuidor principal para o conjunto de matéria bariônica de galáxias centrais”, escreveram os autores no estudo, publicado nesta quinta-feira, na Monthly Notices of the Roual Astronomical Society. A Via Láctea é apena…

Engenheiro conta como vai recolocar o Brasil na Estação Espacial Internacional em 2018

POR SALVADOR NOGUEIRA

Nos próximos meses, 450 crianças do ensino público e privado em São Paulo vão se envolver numa iniciativa para produzir um experimento que será realizado por um astronauta na Estação Espacial Internacional em 2018. Mas esse é só o começo. Segundo Lucas Fonseca, engenheiro aeroespacial e idealizador do projeto, o objetivo é atingir até 1 milhão de jovens, espalhados por todo o Brasil, nos próximos anos, e com isso motivá-los a seguirem uma carreira nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

“O que separa 450 de 1 milhão é só termos uma plataforma de ensino a distância”, disse Fonseca em entrevista ao Mensageiro Sideral.

Batizado Garatéa-ISS, o projeto fará parte da 12a edição do Student Spaceflight Experiments Program (SSEP), ação anual do governo americano em conjunto com a Nasa (agência espacial americana) para engajar a comunidade estudantil em experimentos educacionais realizados no espaço.


Estação Espacial Internacional fotografada em órbita …

Aborígenes australianos: os verdadeiros descobridores do Brasil

Os primeiros habitantes do nosso continente eram negros, parecidos com aborígenes da Austrália. Muitos deles viveram no Brasil.

Por Alexandre Versignassi

Entre 11 mil e 8 mil anos atrás, as grutas de pedra calcária que se espalham pela região do atual município de Lagoa Santa, a cerca de 50 quilômetros de Belo Horizonte, eram frequentadas por uma gente muito especial. A mais famosa representante desse grupo é a mulher apelidada de Luzia, cujo esqueleto foi descoberto na década de 1970 e que é considerada o mais antigo habitante do continente americano. Para os pesquisadores brasileiros que estudam Luzia e sua “família”, não restam dúvidas: eles eram representantes de um povo ancestral que não tinha relação com os índios atuais.

As pistas sobre as características únicas desses “paleoíndios” de Lagoa Santa, como são conhecidos, estão em seus crânios, dezenas dos quais já foram encontrados no município mineiro. A análise detalhada do formato da cabeça de Luzia e companhia e sua comparaç…

Laboratório Síncrotron: a luz mais brilhante da ciência brasileira começa a se apagar

Acelerador de partículas do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron, em Campinas (Foto: Divulgação/CNPEM)

O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron completou 30 anos e terá sua fonte de luz UVX desativada entre 2018 e 2019 para dar lugar ao Sirius. O G1 fez uma série de três reportagens sobre o maior equipamento científico do Brasil.

Após 30 anos do início de sua construção do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) comemorados neste mês de julho, a UVX, até hoje a luz mais brilhante da ciência brasileira, começa a se apagar. Entre o segundo semestre de 2018 e o primeiro de 2019 (a data ainda será definida pelos usuários), o maior equipamento científico já construído no Brasil e responsável pela viabilização de pesquisas fundamentais nas áreas de saúde, agricultura, energia e novos materiais, situado em Campinas (SP), terá sua atual fonte de luz substituída por uma mais potente e precisa.

Veja no final desta matéria o que é luz síncrotron e como funciona um acelerador de partícul…

Vírus quase indestrutível revela segredo para novos materiais

As proteínas da cápside do supervírus assumem a forma de pequenas ferraduras, dando-lhe uma resistência extrema. [Imagem: Peter Kasson et al. - 10.7554/eLife.26268]

Supervírus

Ele é como o Super-Homem dos vírus, surpreendentemente resistente e capaz de sobreviver em um ambiente que dissolveria carne e ossos.

Agora, uma equipe da Universidade da Virgínia, nos EUA, desvendou os segredos desse vírus quase indestrutível, o que permitirá imitar seus notáveis superpoderes para criar materiais mais duráveis e tratar doenças.

A descoberta revelou algo nunca antes visto no mundo natural.

Os usos potenciais incluem desde a entrega pontual de medicamentos contra o câncer, de modo que eles apenas ataquem os tumores, até materiais de construção que possam suportar melhor os terremotos.

Membrana fina e durável

O vírus, Acidianus hospitalis Filamentous Virus 1, vive em fontes termais no Parque Nacional de Yellowstone, fontes de ácido borbulhantes nas quais a temperatura geralmente ultrapassa os 175…